2011/09/27

Regras do Rugby




Esse aí vai pra todos aqueles, que como eu, nunca entendem as regras do rugby. Sim, rugby, aquele esporte que todo mundo acha que é futebol americano, mas os jogadores dos dois esportes insistem em dizer que não é a mesma coisa.

Mesmo assim, eu nunca sei as regras de nenhum deles. Mas com esse vídeo pelo menos aprender as regras do rugby pode parecer mais prazeroso, não aprendeu na primeira, roda o vídeo de novo, na segunda também não? Então olha mais uma vez. Até que aquelas regras que o vídeo trás sejam percebidas por você, o que é realmente difícil no vídeo.








2011/09/26

Cen&xemplo - Encontro Marcado




"Encontro Marcado" é um drama de 1998 dirigido por Martin Brest, que tem como protagonistas ninguém menos que Anthony Hopkins e Brad Pitt, além da bela Claire Forlani.

Joe Black é a Morte, e tem a tarefa de levar consigo o empresário Bill Parrish, prestes a comemorar seus 65 anos. Mas Joe acaba se apaixonando por Susan, a filha caçula de Bill, pondo em dúvida a decisão de levar a vida de Bill.








2011/09/22

Arte na Capa - Out of Time - R.E.M.



Ontem o rock recebeu uma notícia um pouco desagradável, quando a banda americana R.E.M. informou aos seus fãs pelo site oficial que estaria pondo fim à trajetória de 30 anos no cenário alternativo do rock mundial. O grupo agradeceu o apoio dos fãs e informou que foi uma decisão amigável, para que os membros possam seguir apenas seus projetos paralelos.


Então, pra homenagear o R.E.M. eu trago essa semana no Arte na Capa, o disco de 1991, Out of Time, que foi um dos álbuns mais vendidos da banda. O sétimo álbum trás talvez os dois maiores sucessos da carreira do R.E.M., que são Losing My Religion e Shiny Happy People, além de outras nove faixas que fizeram com que o álbum chegasse ao primeiro lugar de várias paradas de sucesso, inclusive nos Estados Unidos e na Inglaterra e ganhou Disco de Ouro no Brasil.

A banda nasceu em 1980, no estado americano da Geórgia, na cidade de Athens, e teve seu auge no início da década de 90, quando lançou justamente este disco, o Out of Time e até meados de 1996 a banda esteve no Top Ten das paradas de sucessos.

Ficha técnica do disco:
Título: Out of Time
Banda: R.E.M.
Gravadora: Warner Bros. Records
Ano de lançamento: 1991
Número de Faixas: 11 (5-6)







2011/09/21

Salve-se quem puder!





Justin Bieber fará show no Brasil.







Corram! Salve-se quem puder!








Mas calmem será apenas em outubro, ainda dá tempo!











2011/09/16

Arte na Capa - Play 'n' The Game - Nazareth


Olá pessoal, o Arte na Capa dessa semana foi escolhido por causa de uma coincidência. No mesmo dia em que foram divulgadas as informações sobre o show da banda Nazareth em Santa Maria surgiu aqui na pilha de discos com a letra 'n' o disco Play 'n' The Game, o álbum de 1977 justamente da banda escocesa Nazareth.


Play 'n' The Game é um dos últimos álbuns da banda ainda com a composição original de 1968, que foi: Dan McCafferty nos vocais, Manny Charlton na guitarra, Pete Agnew no baixo e vocais e Darrel Sweet na bateria. A Nazareth teve seu auge na década de 70, principalmente com o sucesso Love Hurts (YouTube), de autoria de Boudleaux Bryant e Felice Bryant, que em 1991 seria regravado pela cantora Cher.

Outra música bastante conhecida é a faixa número um do álbum Malice in Wonderland de 1980, Holiday (YouTube). A banda de 1968 ainda está na ativa e em 2008 realizou uma turnê para celebrar os 40 anos do grupo, inclusive lançou no Brasil o penúltimo álbum, The Newz. E em fevereiro de 2011 a banda lançou, também no Brasil, Curitiba, seu último álbum, o Big Dogz.

Em relação ao show em Santa Maria, que será dia 11 de novembro no Avenida Tênis Clube, ele teve hoje as informações de vendas de ingresso liberadas, inclusive as outras cidades sulinas contempladas pela nova turnê da banda que já tem mais de 40 anos de estrada, sendo que essa é a sétima aparição dela pelo Brasil. As informações sobre vendas estão no Blog do Grings, confira.

Contracapa e ficha técnica do Play 'n' The Game:


Título: Play 'n' The Game
Banda: Nazareth
Gravadora: Vertigo
Ano de lançamento: 1977
Número de faixas: 9 (4-5)









2011/09/15

#Grêmio108anos


 

Hoje, 15 de setembro de 2011, é o dia em que a nação gremista comemora mais um ano de imortalidade do Grêmio Foot-bal Porto-Alegrense, o clube, como relatam as estatísticas, tem a maior torcida do estado do Rio Grande do Sul e comemora seus 108 anos de glórias.

No mês mais importante para o povo gaúcho, devido a representatividade do 20 de Setembro, o Grêmio aniversaria junto com a lembrança do marco que foi a Revolução Farroupilha para a formação histórica do Rio Grande. E como um bom gaúcho e gremista, me orgulho muito dessa coincidência.

Então comemore gremista, e a melhor maneira de fazer isso é torcendo fielmente pelo tricolor gaúcho, como diz o hino "com o Grêmio onde o Grêmio estiver". Conhecido pelas suas glórias, por suas batalhas e principalmente por sua torcida, que se mantém aguerrida a todo custo.

Parabéns, GREMISTAS!















2011/09/12

Cen&xemplo - Passe Livre




“Passe Livre” é uma comédia romântica de 2011, dirigida pelos irmãos Peter e Bobby Farrely, e protagonizada por Owen Wilson, Jason Sudeikis, Jenna Fischer e Christina Applegate.

Os amigos Rick (Owen Wilson) e Fred (Jason Sudeikis) andavam cansados da vida de casados, até que suas mulheres não aguentaram mais suas taradices e se tocassem de que os dois precisavam de uma folga do casamento. Foi então que Maggie (Jenna Fischer), mãe dos filhos de Rick, e Grace, mulher de Fred, decidiram lhes dar um passe livre, no qual eles estariam libertos para ficar com as mulheres que quisessem.

Elas imaginavam que os caras não seriam capazes de fazer isso, mas, com a ajuda de outros amigos, os ‘figuras’ foram à forra. Bares, restaurantes, boates e até casa de massagem, Rick e Fred tentaram de tudo para viver de novo as aventuras que os dois viveram na época da faculdade. O que eles não lembraram é que suas mulheres também estariam com o passe livre, e na praia com um time de beisebol.








2011/09/11

11 de Setembro na Mídia Mundial



O primeiro grande evento na década da convergência

O que se pensava ser impossível, aconteceu. Há dez anos, exatamente, um dos principais capítulos da história estava sendo escrito em território americano. Quando um grupo terrorista decide revidar as ações militares  dos Estados Unidos no Oriente Médio, que perduram desde o fim da Guerra do Golfo.

O maior marco da história contemporânea parou o mundo na manhã da terça-feira mais sombria para o povo americano. Era por volta de 11h da manhã quando, pela televisão, me deparei com o maior acontecimento do mundo ocidental, até hoje. Eu tinha apenas dez anos de idade, mas já sabia que aquelas imagens, que estavam sendo transmitidas para o mundo inteiro, iriam mudar o rumo da política de relações mundiais, afetando principalmente o conceito que os americanos tinham de segurança.

Era apenas o início do milênio, enquanto o mundo passava por uma revolução tecnológica e midiática. O ataque do grupo terrorista Al-Qaeda aos grandes centros, políticos e econômicos, dos Estados Unidos foi o primeiro grande acontecimento da década, um momento em que os meios de comunicação sofriam uma larga metamorfose, com a inserção da internet como produto final, e não apenas um meio de divulgação.

Aquele fato foi que me apresentou às grandes coberturas internacionais, às transmissões que me recordo, não com muita clareza, mas suficientes para dizer, com toda minha leiguice, que foi o primeiro acontecimento a nível mundial a sofrer o assédio da convergência midiática. Quando tudo e todos passavam as mais variadas informações para todo o mundo, independendo do meio com que o faziam.

Ali estava se conhecendo um novo estilo de comunicação, um estilo onde todos os meios convergem em um só fim, que é transmitir a mensagem, não importando a forma. O que recentemente se tornou assunto na mídia brasileira, quando o deputado Ivan Valente (PSOL/SP) criou um projeto de lei que prevê que as empresas detentoras de veículos de comunicação deveriam fazer o contrário da convergência, a proposta representaria uma ameaça à liberdade de imprensa e à democracia no país. Ou seja, uma empresa que possui um jornal, um canal de TV e uma estação de rádio, estaria fora dos parâmetros propostos. Seria a censura retornando ao país?!

Atualmente, quase todos os veículos de comunicação funcionam dependendo de outro. O que acontecia há dez anos com uma emissora rádio e um jornal, por exemplo, hoje acontece juntamente com uma TV, um site, uma revista, etc. É quase impossível apresentar uma matéria em um telejornal sem depois publica-lá em um site ou blog, que por sua vez são alavancados pelas redes sociais, por onde os links se multiplicam e chegam a todos os leitores de forma democrática.









2011/09/09

Babacas do trânsito


Todos que passam por ela, ou que moram perto da Avenida Roraima, que dá acesso ao Campus de Camobi da UFSM, sabem que ela está em obras, mais precisamente seu acostamento oeste, onde está sendo construída a tão pedida ciclovia, a qual eu mesmo já falei várias vezes aqui, aqui, e aqui.


Pois bem, a obra passa por um momento de desmontagem da antiga calçada para a construção da ciclovia, ou seja, as pedras foram arrancadas dando lugar a um misto de areia e terra, que quando chove vira um barro só, impossibilitando o seu uso, como pode se ver na foto. Por isso os pedestres utilizam o acostamento da avenida para percorrer o trajeto de quase 400m até o arco da universidade, dividindo lugar com os ciclistas.

Mas ontem, quando eu saia da UFSM por volta das 19h, eu vivi uma cena ridícula. Vinha eu pelo acostamento, chovendo e escuro, quando um carro branco vinha na direção contrária a mim. Pensei: “ele sabe que a calçada está em obras e vai desviar um pouco mais pra dentro da via, e eu continuo na minha”, já que ele andava quase à beira da calçada. Que nada, em vez de simplesmente sair do lugar, o babaca primeiro ziguezagueou na minha frente, vindo exatamente na minha direção, cerca de apenas 6 ou 7m de distância.

Minha primeira reação foi o susto, é obvio, e depois me virei contra o vidro - já que com a película não pude enxergar a cara do infeliz - e fiz aquela cara da pessoa que está p*ta da vida, a ponto de agarrar uma pedra do chão e atirar no indivíduo.  Olhei para traz e notei que ele diminuiu lentamente a velocidade, e logo após acelerou novamente. Por causa do trânsito não tinha como ele estacionar.

Logo depois pensei: “Que babaca! Só pode ser o mesmo babaca que depois da festa, sai na manguaça, pega seu carrinho e... Bom, o resto vocês já sabem, vai pra estatística”

Ah, e se por um acaso tu que fez essa brincadeira de mau gosto está lendo isso agora, TU É UM IDIOTA! E sinta-se outro idiota você que faria o mesmo!







2011/09/07

Dia da Independência para inglês ver!



Greve de professores, greve de servidores técnico-administrativos, greve dos policiais militares, greve de funcionários dos hospitais. Essas são apenas as mais famosas, ainda há várias classes trabalhistas no Brasil em conflito com o governo, na busca por reajustes salariais, melhorias estruturais e planos de carreira.

Parece que o país vive um momento onde a mobilização de todas as categorias culminou em um só movimento, todos querem seus direitos assistidos, mesmo que para isso seja necessário criar esses transtornos em prol do manifesto. Todo dia vemos no noticiário alguma estrada bloqueada por “brigadianos”; uma universidade aderindo à greve nacional dos servidores e docentes; um hospital tendo que diminuir as escalas de atendimento porque uma classe está em greve, e por aí vai. Transtornos necessários, mas não significa que sejam suficientes.

E ao mesmo tempo vemos vagas para vereadores sendo criadas; poder legislativo aprovando ajustes no próprio salário; verbas bilionárias sendo destinadas às obras da “Copa”; ministros acusados de corrupção sendo absolvidos sob flagrantes descarados de fraudes; nossos queridos deputados estaduais, em dezembro do ano passado, dando “míseros” 73% de aumento aos próprios salários. Enquanto isso várias universidades federais têm suas reitorias ocupadas pelos estudantes, que imploram por melhoria na educação brasileira.

Eu poderia encher esse texto de exemplos de manifestos Brasil a fora, cidadãos que lutam pelos seus direitos. Como também poderia gastar meu escasso vocabulário falando de escândalos políticos, que já não conhecemos como escândalos, pois são tão comuns quanto greves do funcionalismo, ou qualquer movimento que lute pelo seu direito. Mas tudo isso não adianta, sinceramente eu acho que nunca no Brasil se terá um equilíbrio social, quando políticos procurados pela Interpol pararem de se reeleger, como o digníssimo Paulo Maluff; quando médicos neurologistas não precisarem usar furadeiras elétricas para fazer cirurgias cranianas; quando policiais não precisarem fazer “bicos” como seguranças particulares pra sustentar a família dignamente.

Agora eu pergunto, onde está a saída para tudo isso?

...

Pois é, eu também não consigo enxergar. Por isso continuamos com as greves, com as manifestações, até que algum dia alguém se toque de que nada disso adianta. Não digo isso por pessimismo, apesar de resultar no próprio, mas sim por realismo, e cansaço de ver sempre as mesmas coisas acontecerem e nenhuma luz surgir no fim do túnel.

Essa é a minha homenagem, como um bom antipatriota, para o Dia da Independência do Brasil!








2011/09/05

Cen&xemplo - Uma Manhã Gloriosa





O filme “Uma Manhã Gloriosa” é de 2010 e tem direção de Roger Michell. É protagonizado por Rachel McAdams, Harrison Ford e Diane Keaton.

A produtora de televisão Becky (Rachel McAdams) é demitida de um canal de Nova Jersey e vai para Nova Iorque, onde é contratada pela IBS para trabalhar como produtora executiva do Day Break, que é um programa matutino que não vem bem nas estatísticas de audiência, e é ela quem vai ter que reerguer o programa.

Becky encontra muitas dificuldades pra administrar sua nova equipe, a principal delas é convencer o jornalista renomado Mike Pomeroy (Harrison Ford) a ser apresentador do Day Break ao lado de Coleen Peck (Diane Keaton). Mas Mike não gosta do estilo do programa, e tentará sempre puxar a brasa para o jornalismo, ao invés do entretenimento que é adotado na pauta no programa.

Além dessas dificuldades Becky ainda tem que aumentar a audiência do programa, sob pena do Day Break sair do ar caso isso não aconteça. Apesar disso Becky ainda tem que administrar sua vida pessoal, que também andava em baixa antes de conhecer Adam Bennett (Patrick Wilson) que trabalha na mesma emissora que a sua.








2011/09/01

Reitoria da UFSM é ocupada pelo movimento estudantil


Atualizado às 17:00 do 2011/09/08.


Fotos e vídeos da ocupação!

Twitter da ocupação: @UFSMocupada


Entrada dos alunos na reitoria por volta de 13h30min.

No dia 1 de setembro de 2011, o Movimento Estudantil da UFSM se mobilizou em Assembleia Geral e decidiu por unanimidade ocupar a Reitoria até que o reitor Felipe Müller ouvisse as propostas dos alunos quanto a reformulação na educação, pedindo principalmente por educação de qualidade e melhoria na assistência estudantil.

Mais tarde os servidores realizariam uma assembleia, que também foi transferida para o hall da Reitoria, que já era ocupada pelos alunos. A assembleia aconteceu juntamente com os docentes e com o apoio do Movimento Estudantil, todos à espera do reitor Felipe Müller.

O reitor chegou e ouviu as reivindicações dos estudantes e servidores, respondeu às questões impostas e marcou uma reunião às 10h amanhã para receber todas as propostas que estão sendo postas em papel pelo movimento estudantil, que continua ocupando a reitoria.


Ocupação da Reitoria já em seu segundo dia (02/09/2011)

Hoje pela manhã houve novo encontro com o reitor, onde a ele foi passada a lista de reivindicações criada pelo movimento estudantil, prevendo pautas gerais e específicas para cada curso. Essa lista foi analisada pelo reitor juntamente com os diretores dos centros e pró-reitores, e no mesmo encontro foi marcada mais uma reunião para as 15h, para daí sim Felipe Müller expôr alguma posição por parte da Reitoria.

Depois de quase uma hora de atraso, como já é de praxe do reitor Felipe Müller, ele chega à reunião para analisar as pautas reivindicadas. Depois de algumas poucas decisões, poucas e inaceitáveis, ele disse que era impossível, devido ao tempo, analisar todos os pedidos dos estudantes, além disso, delegou algumas pautas aos diretores dos centros, as pautas específicas. E utilizando como desculpa para a fuga, o Reitor disse que teria que dar aula em seguida.


Então, o movimento decidiu por continuar com a ocupação da Reitoria, e uma assembleia está sendo realizada para decidir o rumo da manifestação. As propostas da Reitoria não atendem suficientemente os pedidos democráticos dos alunos.


A manifestação ganha força (05/09/2011)

Já estamos na segunda-feira, e já são cinco dias de ocupação da Reitoria da UFSM, e até agora nada de concreto foi tido como resposta do Reitor. No momento cerca de 500 pessoas ocupam o hall da Reitoria, que hoje teve sua porta fechada, fortalecendo a manifestação dos estudantes.

O Reitor está reunido em seu gabinete com uma comissão criada pelos estudantes, na qual estão sendo analisadas as propostas do movimento estudantil, e em breve ele irá descer para o hall, para explanar suas decisões. E como todos já sabem, se não houver uma decisão positiva aos interesses do movimento, a ocupação continuará.

Confira a carta de reivindicações do movimento.



Sexto dia de ocupação (06/092011)

Hoje o Reitor Felipe Müller se manifestou publicamente no Jornal do Almoço da RBS TV, juntamente com um representante dos estudantes ele respondeu às perguntas referente à ocupação da Reitoria, que já dura seis dias, sem nenhuma contra-proposta concreta por parte dos Reitores.

Estava marcada para às 16h uma reunião entre os pró-reitores e uma comissão de negociação dos estudantes, mas por telefone, os pró-reitores a adiaram para às 17h, mas nem assim os quase 300 estudantes que lotavam o hall da reitoria não arredaram pé da mobilização.


Às 17h, como combinado às pressas, os pró-reitores trouxeram até aqui uma carta com as contra-propostas, que deveria ser lida pelo próprio Reitor para os estudantes, mas de maneira evasiva ela foi passada à comissão de negociação, que agora está analisando a resposta da Reitoria para daí sim, explaná-las aos estudantes que estão aqui esperando há 6 dias uma resposta concreta.

Outra comissão do movimento estudantil se dirigiu ao prédio 74 (CCSH), onde se reunem com os pró-reitores que se recusaram a entrar na reitoria, como fora combinado nas coversas pela manhã. Após isso a carta será lida em assembleia para decidirmos se as contra-propostas contemplaram o movimento ou não.

Recebida a carta de contra-propostas os estudantes realizaram uma assembleia para analisar as pautas, reunidos em Grupos de Discussão eles analisam resposta a resposta a fim de tomar uma decisão quanto à permanência da mobilização ou à resposta positiva à carta da Reitoria.


Ocupação em seu oitavo dia (08/09/2011)


Hoje pela manhã a Reitoria publicou mais uma carta proposta aos estudantes, impondo algumas modificações nas pautas da carta anterior, mas nem essas modificações contemplariam as necessidades do movimento. Confira aqui as modificações na carta da Reitoria.

Após isso o movimento se reuniu em assembleia (FOTO) para ler as propostas dadas pela Reitoria nesse segundo momento. Propostas essas que contemplam parte do movimento, mas que não são suficientes para todos, como, por exemplo, a pavimentação das ruas das CEU's II e III. Nesta assembleia, foi deliberado por votação, continuar com a mobilização, até a contemplação total, ou mais significativa das pautas solicitadas pelos estudantes. E também foi decidido, por quase unanimidade, liberar o acesso à reitoria, que estava com suas portas fechadas há 3 dias, impedindo que os servidores entrassem pelo acesso principal, mas nunca impedindo o acesso total, pois as portas laterais continuavam livres.

Agora, a comissão de negociação dos estudantes se reune com os pró-reitores para definir os próximos atos de negociação, já que agora o acesso a reitoria está liberado. Caso isso não acontecesse até a tarde de hoje, a Reitoria encaminharia um pedido de reintegração de posse, como descreve no documento entregue para o movimento pela manhã.

Após a reunião com os pró-reitores foi marcado um encontro com o Reitor Felipe Müller amanhã às 9h, onde novamente o movimento estudantil reafirmará sua mobilização, mesmo após ter aberto as portas da reitoria, ato esse que só vem a ajudar nas negociações.

Fotos e vídeos da ocupação!









Chile e Brasil Lutam Juntos Pela Educação


     Camila, a líder estudantil chilena participa de protesto da UNE em Brasília!


    Ontem a tarde a União Nacional dos Estudantes realizou uma manifestação em Brasília, a fim de defender, principalmente, o investimento de 10% do PIB na educação, com a melhoria das instituições de ensino e assistência estudantil. Mas o diferencial desta mobilização foi a participação da líder estudantil chilena, a jovem comunista Camila Vallejo, aos 23 anos, estudante de Geografia na Universidade do Chile.

Camila ao lado de Daniel Iliesc, presidente da UNE.

    O protesto da Marcha dos Estudantes também reivindica a redução imediata das taxas tributárias no país e o envio de 50% do fundo social do pré-sal para a educação. Os líderes da UNE participaram da sessão da Comissão dos Direitos Humanos da Câmara, em apoio à luta dos estudantes chilenos, que no mês de agosto viveram momentos de conflito com a polícia chilena para reivindicar seus direitos como estudantes. A UNE também participu de uma audiência pública na Comissão de Educação no Senado sobre o Plano Nacional de Educação.

     A presença da estudante chilena na manifestação dos estudantes brasileiros repercutiu bastante na mídia ontem, na minha opinião, muito mais pelo fato de que ela está sendo tratada por alguns como "Musa da Marcha Estudantil no Chile" do que pela real intensão, que é apoiar a luta da UNE. Obviamente a beleza de Camila é indiscutível, mas o motivo dela estar no Brasil, apoiando a UNE em sua causa, é por ela ter o conhecimento e pulso firme em relação à luta de sua classe no Chile.

     Palavras de Camila Vallejo: "A militância é algo que vai muito além do meu tempo na universidade, é um compromisso para a vida".

    Para saber mais sobre a participação de Camila frente à marcha estudantil chilena acesse o site oficial da UNE, onde ela concedeu uma entrevista a Rafael Minoro e Patricia Blumberg.


Fonte: UNE