2013/01/11

Zero Hora - Campanha de Verão 2013


Zero Hora novamente mandando bem na campanha de verão!



Todos sabem que informação por si só não vende jornal. Ainda mais em época de verão, que muita gente (cada vez menos) se desloca para o litoral e fica sem receber suas notícias diárias, a não ser que faça uma assinatura. E é ai que a Zero Hora investe forte na divulgação com as campanhas de verão. Se surte efeito ou não, aí são outros quinhentos.

Pra quem achava que não teria outra que superasse a campanha de 2008 em originalidade e música chiclete, ta aí a edição de 2013. A arte pode até não ser das melhores – aliás, é apenas um complemento visual para a mensagem que está no jingle, ou seja, é dispensável –, mas a música tem um ritmo intenso e animado, se tornando pegajosa, ou seja, cumpre com o objetivo de qualquer campanha que vise grudar na memória do consumidor.

Como em 2008, que no decorrer do verão, e do resto do ano, espera-se que apareçam versões de continuação, ou partes acrescentadas à campanha. A produção é da parceria do Estúdio Makako com a Voicez.




Obs.: esse post não é merchandising. (mas bem que poderia ser)



2013/01/01

Kid Rock - Happy New Year (Rebel Soul)



Na ânsia por desejar um "feliz ano novo" por aqui, me vi às catas de um filme ou música que passasse a mesma mensagem que eu quero, mas de uma maneira mais impessoal. Enfim, encontrei um som recém tirado do forno: é a faixa 7 do álbum "Rebel Soul" do Kid Rock, "Happy New Year".

O álbum foi lançado em 19 de novembro de 2012, dois anos após o "Born Free", também pela Atlantic Records. "Rebel Soul" é o nono CD de Kid Rock, um músico, compositor e ator americano que ficou conhecido em 1998 pelo quarto álbum, "Devil Without A Cause". Depois de ter viajado entre estilos - ele unia rap e rock em suas composições da década de 90 - nos anos 2000, Kid voltou para um som mais limpo, com tendências de country e o southern rock. Mas em 2012, Kid volta a usar pegadas de rap, como nas faixas 9 e 11, "The Mirror" "Cucci Galore". Porém, o CD não abre mão do country e do southern, como fica bem claro nas faixas 4, "Detroit, Michigan", 12, "Redneck Paradise" e 14, "Midnight Ferry", e na música que dá nome ao álbum, a faixa 5, "Rebel Soul".

O clipe de "Happy New Year" traz Kid e sua banda fazendo um show de reveillon numa festa até então desanimada, mas quando a música e os drinks começam a rolar, ela muda de caráter e vira um festão de virada de ano, com direito a ilusão de ótica envolvendo Kid e uma convidada. Confira:



Mas a melhor música do álbum, pra mim, é a faixa 10, "Mr. Rock n Roll". Ela parece ser uma homenagem a um dos pais do rock: Little Richard, mas como Kid não cita seu nome - apenas usa frases e nomes de algumas músicas dele, e de outras que ele interpretou - imaginei também que ele tivesse unindo Little a outros gigantes como Buddy Holly, Elvis Presley, Chuck Berry e Bill Haley, criando assim um Mr. Rock n Roll utópico, que teria voltado para tentar salvar as "crianças hip hop pop punk rock" com sua música.

Enfim, se existe apenas um homenageado, fica confuso para um quase leigo no assunto como eu, mas que a música é boa, isso é:




Vale a pena conferir o álbum completo. Ouça aqui!

1. "Chickens in the Pen"
2. "Let's Ride" (clipe)
3. "3 CATT Boogie"
4. "Detroit, Michigan"
5. "Rebel Soul"
6. "God Save Rock n Roll"
7. "Happy New Year"
8. "Celebrate"
9. "The Mirror"
10. "Mr. Rock n Roll"
11. "Cucci Galore" (clipe)
12. "Redneck Paradise"
13. "Cocaine and Gin"
14. "Midnight Ferry"

"Rebel Soul" foi lançado em todas plataformas possíveis: CD, vinil e digital, e quem sabe lá pelo fim de 2013 saia um DVD da turnê pelos Estados Unidos. Saiba mais sobre o novo álbum de Kid Rock e a turnê com shows marcados até junho no site oficial.

Ah, e... a happy new year!